atitude

Semana passada encontrei com um colega de faculdade e fiquei impressionado como ele estava tão abatido e ansioso. Ele que quando estudou comigo no ano de 2007, era um homem muito confiante e totalmente seguro.

Depois dos cumprimentos e falar sobre a família, ele me contou que estava desempregado e que não via a hora de trabalhar de novo, pois já estava procurando uma nova oportunidade a um bom tempo.

Fiquei muito surpreso, uma vez que quando ele estudou comigo já ocupava uma posição de destaque na Instituição Financeira onde trabalhava. O emprego dele o proporcionava viagens como bônus, um alto salário, além de benefícios como: Previdência Privada, PLR, Assistência Médica, dentre outros. Naquela época mesmo tão jovem, já morava sozinho em um apartamento de luxo e estava prestes a constituir família.

Durante a nossa conversa ele me falou que estava casado e tinha um filho pequeno. Perguntei o que havia acontecido com o seu emprego, ele me falou que trabalhou na Instituição durante 10 anos e com a crise econômica, lamentavelmente foi demitido.  Contou-me também quando perguntado que não se qualificou durante esse tempo e que tinha apenas o curso superior que realizamos juntos.

Logo percebi pela nossa conversa que ele estava em uma “zona de conforto” enquanto estava trabalhando, ou seja, quando empregado não quis adquirir novas habilidades e sempre achou que nunca seria demitido da empresa onde trabalhava.

Hoje em dia não podemos nos dar o luxo de entrarmos na “zona de conforto” seja na vida pessoal ou profissional. Sempre temos que estar preparados para enfrentar qualquer tipo de adversidades ao longo do caminho e no caso do meio corporativo, buscar novas habilidades, seja o aprendizado de novas línguas, um MBA ou mesmo novos conhecimentos na área de informática.

É sabido que estamos na era da informação, onde em um clique no seu smartphone ou notebook podemos buscar novos conhecimentos, entretanto o caminho para o aprendizado assertivo é o conhecimento teórico atrelado a prática. E essa prática vem da atitude e da postura de buscarmos novos resultados, uma maneira de darmos sempre o nosso melhor independente das circunstâncias.

Dê o seu melhor todos os dias, mesmo que isso aparente em um determinado momento não ter retorno algum.

Forte abraço e uma ótima semana a todos!

Anúncios