Muitos acreditam que as palavras empréstimo e financiamento são sinônimos e referem-se simplesmente ao serviço de emprestar recursos feitos por um banco ou instituição financeira. Essa percepção equivocada é resultado de uma combinação de ingenuidade e falta de informação. 

Empréstimo é um serviço financeiro completamente distinto do serviço denominado financiamento. Pense nas opções que você tem como pessoa física: quando se fala de financiar algo, o que vem à mente? Imóvel, automóvel, reforma, curso de pós-graduação, certo? Financiamento refere-se a utilizar o dinheiro da instituição financeira para uma destinação específica, geralmente a compra de algo claramente discriminado nesse contrato de financiamento e que costuma servir de garantia da operação, ou seja, se o devedor não paga, o bem financiado pode ser tomado de volta pelo banco.

Já empréstimo refere-se a uma operação de socorro financeiro, entendida como a cessão de recursos da instituição financeira para aqueles cujos planos não funcionaram como o previsto e resultaram em falta de dinheiro.

Nas empresas, quando há escassez de caixa, ou seja, falta de Capital de Giro, por motivos diversos, inclusive por investimentos superdimensionados, é comum que elas recorram a empréstimos bancários, em geral a juros altos. Mas essas empresas poderiam preservar o seu capital para futuras necessidades, como as contas do dia a dia, por exemplo, utilizando financiamento que estão largamente disponíveis para adquirir alguns itens necessários ao seu funcionamento, como máquinas, imóveis e veículos, e a juros baixos.

Em vez de gastar recursos nas aquisições de bens e precisar recorrer a caros empréstimos bancários, com juros elevados, as empresas deveriam antes se programar para entrar em planos de financiamento. Por exemplo, ao comprar um veículo, pode-se cometer o erro de pagá-lo à vista e, depois, precisar recorrer a bancos para conseguir pagar salários e o combustível do veículo. Em vez disso, poderia ter sido feito um financiamento do carro e manter dinheiro em caixa.

Solicitar um financiamento é completamente diferente de solicitar um empréstimo. Coloque-se no lugar de quem deve avaliar se empresta ou não dinheiro a você. Quem solicita o financiamento de um bem apresenta ao banco uma perspectiva oposta à daquele que pede um socorro financeiro.

Anúncios